Bota ou meia de tricô em tranças

Esta bota eu vi no site da Patons.
Para minha filha "fashion" foi amor a primeira vista, enquanto não concluí ela não me deu sossego. Mas valeu a pena, ficou muito bonita. A sola eu não coloco mais... Nunca mais, na verdade! Dá um trabalho medonho além de acabar com as pontas dos dedos. Claro que eu fiz tudo em casa sozinha.
Para quem quiser se divertir, vou colocar a receita no original, em inglês, e a versão traduzida.
Divirta-se, é bem gostosa de fazer essa meinha.


Versão original do site www.patonsyarns.com: aqui

Versão traduzida, veja abaixo:

Bota ou meia de tricô em tranças
(receita original em inglês - www.patonsyarns.com)




Material:
5 agulhas de ponta dupla
5 meadas do fio Patons DEW

Monte 60p distribuídos em 3 agulhas (20,20,20).
Feche, coloque um marcador antes do primeiro ponto e trabalhe em carreiras circulares em barra 1x1 por 15 carreiras ou até atingir 6cm.



Faça uma carreira de aumento. Distribua 10 pontos ao longo dos 60p. Isto é, a cada 6 meias aumenta um ponto.
Abreviações utilizadas:
Antes de iniciar as carreiras do desenho da bota, vou passar a explicação de cada abreviação usada na receita.
1sf – tira um ponto sem fazer.
2mj  - 2 pontos juntos em meia.
2tj  - 2 pontos juntos em tricô.
C2B – com 4m na agulha, colocar 2p em agulha auxiliar atrás do trabalho, faz os p meia da agulha esquerda e depois faz em meia os pontos da agulha auxiliar.
C2F – com 4m na agulha, colocar 2p em agulha auxiliar na frente do trabalho, faz os p meia da agulha esquerda e depois faz em meia os pontos da agulha auxiliar.
C4B – com 4m na agulha, colocar 1p em agulha auxiliar atrás do trabalho, faz os 3p meia da agulha esquerda e depois faz em meia o ponto da agulha auxiliar.
C4F – com 4m na agulha, colocar 3p em agulha auxiliar na frente do trabalho, faz 1p meia da agulha esquerda e depois faz em meia os 3 pontos da agulha auxiliar.
C6B – com 6m na agulha, colocar 3p em agulha auxiliar atrás do trabalho, faz os p meia da agulha esquerda e depois faz em meia os pontos da agulha auxiliar.
C6F – com 6m na agulha, colocar 3p em agulha auxiliar na frente do trabalho, faz os p meia da agulha esquerda e depois faz em meia os pontos da agulha auxiliar.
C7B – com 7m na agulha, colocar 4p em agulha auxiliar atrás do trabalho, faz os 3 p meia da agulha esquerda e depois faz em meia os 4 pontos da agulha auxiliar.
KB1 – tricote em m, colocando a agulha direita no ponto da carreira anterior (o ponto meia feito desta forma fica maior, pois será o tamanho de duas carreiras).
T4B – com 4m na agulha, colocar 1p em agulha auxiliar atrás do trabalho, faz os 3p meia da agulha esquerda e depois faz em tricô o ponto da agulha auxiliar.
T4F – com 4m na agulha, colocar 3p em agulha auxiliar na frente do trabalho, faz 1p tricô da agulha esquerda e depois faz em meia os 3 pontos da agulha auxiliar.

Início do desenho:
1ª carr: 2t, C6B, 2t, C2B, 7t, 7m, 7t, C2F, 2t, C6F, 2t, C2B, 7t, 7m, 7t, C2F
2ª carr e todas as pares: acompanha os pontos, meia sobre meia e tricô sobre tricô.
3ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 7t, C7B, 7t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 7t, C7B, 7t, C2F
5ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 6t, T4B, KB1, T4F, 6t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 6t, T4B, KB1, T4F, 6t, C2F
7ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 5t, C4B, 1t, KB1, 1t, C4F, 5t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 5t, C4B, 1t, KB1, 1t, C4F, 5t, C2F
9ª carr: 2t, C6B, 2t, C2B, 4t, T4B, KB1, (1t, KB1)2x, T4F, 4t, C2F, 2t, C6F, 2t, C2B, 4t, T4B, KB1, (1t, KB1)2x, T4F, 4t, C2F
11ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 3t, C4B, 1t, (KB1, 1t)3x, C4F, 3t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 3t, C4B, 1t, (KB1, 1t)3x, C4F, 3t, C2F
13ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 2t, T4B, KB1, (1t, KB1)4x, T4F, 2t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 2t, T4B, KB1, (1t, KB1)4x, T4F, 2t, C2F
15ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 2t, 3m, 1t, (KB1, 1t)5x, 3m, 2t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 2t, 3m, 1t, (KB1, 1t)5x, 3m, 2t, C2F
17ª carr: 2t, C6B, 2t, C2B, 2t, 3m, 1t, (KB1, 1t)5x, 3m, 2t, C2F, 2t, C6F, 2t, C2B, 2t, 3m, 1t, (KB1, 1t)5x, 3m, 2t, C2F
19ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 2t, T4F, KB1, (1t, KB1)4x, T4B, 2t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 2t, T4F, KB1, (1t, KB1)4x, T4B, 2t, C2F
21ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 3t, T4F, 1t, (KB1, 1t)3x, T4B, 3t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 3t, T4F, 1t, (KB1, 1t)3x, T4B, 3t, C2F
23ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 4t, T4F, KB1, (1t, KB1)2x, T4B, 4t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 4t, T4F, KB1, (1t, KB1)2x, T4B, 4t, C2F
25ª carr: 2t, C6B, 2t, C2B, 5t, T4F, 1t, BK1, 1t, T4B, 5t, C2F, 2t, C6F, 2t, C2B, 5t, T4F, 1t, BK1, 1t, T4B, 5t, C2F
27ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 6t, T4F, KB1, T4B, 6t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 6t, T4F, KB1, T4B, 6t, C2F
29ª carr: 2t, 6m, 2t, C2B, 7t, C7B, 7t, C2F, 2t, 6m, 2t, C2B, 7t, C7B, 7t, C2F
31ª carr: 2t, C6B, 2t, C2B, 7t, 7m, 7t, C2F, 2t, C6F, 2t, C2B, 7t, 7m, 7t, C2F
32ª carr: última carreira do desenho.
Repetir 3x o desenho formado pelas  32 carreiras.
Quando concluir a 3ª repetição das 32 carreiras, faça mais uma vez apenas a 1ª carreira.




Tornozelo:
A agulha 3 (aquela que está na sua mão direita) deve estar com 35 p. Se não tiver, passar esses pontos para esta agulha de forma a centralizar os desenhos na frente e atrás da bota. As agulhas 1 e 2, ficarão com 18 e 17 pontos.
Com o lado avesso da agulha 3 virado para você, inicia o tornozelo.
Trabalha em carreiras de ida e volta:
1ªcarr: 1sem fazer, (2tj, 6t)4x, 2t – no final fica com 31p
2ª carr: *1sem fazer, 1m*
3ª carr: 1 sem fazer e tricô até o final.
Repete-se a 2ª e 3ª carreiras até atingir 5cm, neste caso, 20 carreiras. Termina fazendo a 2ª carr.






Calcanhar:
Na mesma agulha que terminou o tornozelo, com o lado avesso virado para você, inicia o calcanhar.
1ª carr: 20t, 2tj, 1t (vira a agulha, isto é, troca as agulhas de mão, como se tivesse concluído a carreira)
2ª carr: 1sf, 10m, 2mj, 1m (vira)
3ª carr: 1sf, 10t, 2tj, 1t (vira)
Repete-se as carreiras 2 e 3 até ficar com 13p na agulha. Termina fazendo a 2ª carreira.



Peito do pé:
Com o lado direito voltado para você, levante 12 pontos na lateral esquerda do tornozelo usando uma agulha auxiliar e tricote em meia usando a agulha que está com os 13p do calcanhar.
Com a 2ª agulha faça 3m, 2t, 2m e inicie a 2ª carreira (acompanha o desenho) do desenho central da bota que está sublinhado na descrição do desenho, termine com 2m, 2t, 3m. Nesta agulha estará os pontos que estavam reservados nas 2 agulhas.
Com a 3ª agulha, levante 12p da lateral direita e faça em m. Faça mais 7 pontos em meia da 1ª agulha.
Neste ponto o trabalho deverá estar com 72 pontos assim divididos:
18p na 1ª agulha
35p na 2ª agulha
19p na 3ª agulha



Para formar o desenho e o formato do peito do pé, continue fazendo as reduções da seguinte forma:
1ª carr: 1ª agulha: m até os últimos 3 pontos, então faça 2mj, 1m
                2ª agulha: 3m, 2t, C2B, 3ª carreira do desenho sublinhado, C2F, 2t, 3m
                3ª agulha: 1m, 2mj, m até o final.
2ª carr: acompanha os pontos nas 3 agulhas.
As reduções na 1ª e na 3ª agulhas devem ser feitas até ter 60p assim distribuídos:
12p na 1ª agulha
35p na 2ª agulha
13p na 3ª agulha
Repita as 2 carreiras intercaladas fazendo as reduções e formando o desenho no peito do pé conforme os pontos sublinhados na descrição do desenho.
Na 13ª carr do desenho, chega à última redução e nesse ponto estará com 60p nas agulhas.





Corpo do pé.
Continue o desenho na agulha 2 e nas agulhas da sola, faça em m até formar mais um desenho, isto é, até terminar a 32ª carr do desenho.
Neste ponto o pé deve ter chegado até a base do início dos dedos, caso contrário, repita o desenho sublinhado.
Neste caso, a partir do início das reduções para os dedo, fez-se necessário reiniciar a receita do desenho.
Faça as reduções da seguinte forma:
1ª carr: 1ª agulha: m até os últimos 3 pontos, então faça 2mj, 1m
                2ª agulha: 1m, 2mj, 1ª carreira do desenho sublinhado, 2mj, 1m
                3ª agulha: 1m, 2mj, m até o final.
2ª carr: acompanha os pontos nas 3 agulhas.
Faça as reduções até ficar com 28p no total. Para finalizar, passe os pontos da sola para uma única agulha e arremate usando a costura grafting.
Está pronta a sua MEIA. Para virar uma bota, faz-se necessário colocar uma sola na base da meia.
Neste caso foi colocado um solado Amazonas, bastante pesado, então foi preciso fazer umas cordinhas para amarrar no início do pé e na parte de cima para compensar o peso do solado.
Deu um trabalho imenso costurar a sola. Porque eu resolvi costurar em casa com o mesmo fio que a meia foi tecida. Não aconselho. Mande numa sapataria. O acabamento pode não ser tão perfeito, mas suas mãos não ficarão em carne viva.
Qualquer dúvida, me escreva que terei o maior prazer atender.
Então, divirta-se!!





Postagens mais visitadas deste blog

Adaptação da Pantufa da Yuko Nakamura

Gorro em Gomos Transversais

CC Beanie com Gorro Fácil Colors